Activision Blizzard
| | |

A Sibéria se junta à Arábia Saudita e ao Brasil na aprovação do acordo com a Microsoft Activision

O acordo para unir a produtora e editora de videogames Activision à Microsoft obteve a aprovação do estado da Sibéria sem quaisquer condições.

De acordo com um relatório publicado pelo site de notícias Reuters, a Sibéria se junta à Arábia Saudita e ao Brasil na aprovação do acordo de fusão no valor de US$ 68,7 bilhões.

Essa aprovação ocorre em um momento em que o acordo está sob intenso escrutínio de várias organizações antitruste internacionais. Mais notavelmente, a European and British Markets and Competition Authority, que moveu o negócio para a segunda fase do processo de auditoria.

O relatório também afirmou que a Microsoft provavelmente fará concessões aos reguladores da UE em breve, em uma tentativa de ajudar a avançar no acordo.

Vale ressaltar que a Sony rejeitou uma oferta da Microsoft para permitir o lançamento de Call of Duty em dispositivos PlayStation por um período de 10 anos. A recusa da Sony vem na tentativa de obter a oportunidade de lançar o jogo em suas plataformas incondicionalmente.

Também há relatos de que a China pode estar entre as partes que rejeitarão o acordo de fusão com a Microsoft Activision. De acordo com algumas fontes, a Administração Estatal Chinesa para Regulamentação do Mercado (SAMR) já rejeitou o pedido, de acordo com alguns comerciantes que citaram dois relatórios separados divulgados na sexta-feira.

Também há indícios da Autoridade Federal de Concorrência dos EUA de que entrará com uma ação judicial contra a conclusão do negócio, o que pode levar a Microsoft a travar uma nova batalha legal nos Estados Unidos para concluir o negócio.

Similar Posts