Acordo Microsoft Activision Call of Duty PS Plus
| | |

Sony afirma que a Microsoft não permitirá que eles coloquem Call of Duty no PS Plus

A Sony continua apresentando argumentos para impedir a conclusão da aquisição da Activision pela Microsoft, a mais recente das quais é a alegação de que não permitirá que ela coloque o jogo Call of Duty no serviço PS Plus.

Recentemente, a Sony ampliou seu serviço mensal e passou a oferecer pacotes de níveis e preços variados, numa tentativa de oferecer títulos maiores a esses pacotes, principalmente os mais altos, incluindo Premium e Extra.

A Sony afirma em sua última resposta à Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA) que a Microsoft não permitirá que ela coloque Call of Duty ou qualquer outro jogo da Activision, como Spyro e Crash Bandicoot no PS Plus de forma alguma.

A Sony considera o serviço de assinatura mensal PS Plus crucial para sua capacidade de competir no futuro, enquanto Call of Duty no PS Plus é absolutamente essencial.

A Sony também afirma que, em vez disso, a Microsoft tentará forçá-la a tornar o serviço Xbox Game Pass acessível por meio de dispositivos PlayStation, para que os usuários nas plataformas Sony possam acessar Call of Duty e outros jogos da Activision em vez de oferecê-los diretamente no PS Plus.

Esta afirmação da Sony é o oposto do que ele disse Phil Spencer Por meio de sua oferta especial à Sony para disponibilizar Call of Duty nas plataformas PlayStation por 10 anos. No entanto, a empresa referiu-se à aquisição da Zenimax pela Microsoft no passado, pois prometia na altura disponibilizar os seus jogos em várias plataformas, mas após concretizar o negócio, começou a converter os seus novos jogos para serem disponibilizados exclusivamente nas plataformas Xbox.

A Sony concluiu que o comportamento anterior da Microsoft mostrava que suas declarações públicas deveriam ser tratadas com grande desconfiança e cautela, e não sem garantias e sob exame minucioso.

Similar Posts