| | |

Chefe do Xbox apoia investigação sobre aquisição da Activision Blizzard

O destino da aquisição dos desenvolvedores de Call of Duty pela Microsoft, editora Activision Blizzard, ainda está sob investigação pela Autoridade Reguladora de Mercados e Concorrência Britânica (CMA). que recentemente se recusou a aceitar o argumento da Microsoft sobre o acordo de aquisição.

Enquanto isso, o chefe do Xbox falou Phil Spencer Com a equipe editorial do Wall Street Journal sobre o destino da aquisição da Activision Blizzard. que totalizou US$ 70 bilhões. E ele disse:

Pode ser uma surpresa, mas não tenho experiência em como fazer esse tipo de negócio de US$ 70 bilhões.

Eu sei embora. No momento, estamos muito focados em obter a aprovação das principais jurisdições, então passo muito tempo em Bruxelas e Londres e com a Comissão Federal de Comércio aqui nos EUA.

Eu diria que as discussões que começaram até agora foram muito justas e honestas.

Não sabemos o segredo por trás dessas declarações silenciosas do presidente do Xbox, mas sobre a guerra indireta de palavras que testemunhamos entre Sony e Microsoft sobre a suposta aquisição dessa grande escala. E o último lugar entre os gigantes do setor de tecnologia. Ela é justificada.

Isso foi apontado por Spencer durante sua última entrevista à revista, onde seguiu, falando:

Sobre uma grande aquisição como essa, e nosso papel de liderança no setor de tecnologia. Acho que as discussões que estão acontecendo para ter essa escala são justificadas, e eu agradeceria que eles estivessem dedicando um tempo para avaliá-la.

Nós da Microsoft estamos realmente focados em obter este acordo aprovado pelos mercados, há confiança nisso. Estive em Londres na semana passada, ainda estou discutindo com todos os comitês organizadores e estou confiante de que este acordo será bem sucedido.

Ao final desta entrevista, enfatizou Spencer Ele espera que o atirador Call of Duty permaneça no PlayStation e, eventualmente, chegue ao Switch também.

Similar Posts